Construção rápida com o drywall

São vários atributos desta tecnologia de construção a seco, que não usa água na obra. Dentro de casa, praticamente tudo pode ser criado com drywall


Quer separar um cômodo sem perder espaço? Precisa de uma alternativa para isolar os barulhos da vizinhança, embutir luminárias no forro sem grandes reformas ou montar uma estante para a televisão? Essas opções apresentam apenas algumas alternativas da variedade do drywall. Maleável, com recortes, curvas e desníveis. E melhor, seus componentes são totalmente recicláveis, e a matéria-prima do gesso (gipsita) não gera descartes tóxicos. Trata-se de uma tecnologia limpa, que apresenta somente 5% de resíduos na obra, contra até 30% dos métodos tradicionais. Além do mais, custa menos para transportar, pois é mais leve.


O que é Drywall?


O termo define tanto as placas com miolo de gesso e face de papel-cartão quanto o sistema, composto por chapas fixadas em estruturas de aço. Seu destaque está na possibilidade de criar diversas formas, com emprego de painéis simples ou duplos, de variadas espessuras. Enchimentos de lã mineral incrementam os isolamentos acústico e térmico. Um profissional da Inova Gesso aconselhará a melhor solução para cada caso.


1. Qual significado de cada cor de Placa Drywall?


Existem três tipos de placa, que se diferenciam pelo tom da cobertura de papel-cartão. A face branca deve voltar-se sempre para o lado do acabamento:




Verde (RU): com silicone e aditivos fungicidas misturados ao gesso, permite a aplicação em áreas úmidas (banheiro, cozinha e lavanderia).

Rosa (RF): resiste mais ao fogo por causa da presença de fibra de vidro na fórmula. Por isso, vai bem ao redor de lareiras e na bancada do cooktop.

Branco (ST): é a variedade mais básica (Standard), amplamente empregada em forros e paredes de ambientes secos.


2. O que existe no interior de uma parede de drywall?


Saiba o que existe no interior de uma parede DryWall composta de chapas duplas.





3. Quais os tipos de instalação do DryWall?

Fixação do forro: os painéis específicos para o teto são parafusados na estrutura de aço, e o forro fica suspenso por tirantes sob a laje (ou presos no telhado). Isso ajuda a absorver os movimentos naturais da construção, o que evita trincas.

Painéis prontos: lançamento recente, já vem com revestimento (cartão melamínico ou de PVC em vários padrões ou cores), que dispensa a etapa de acabamento

Parede sobre parede: essa técnica nivela superfícies originalmente tortas e aumenta o conforto termoacústico do ambiente. Perfis são instalados sobre apoios fixos na alvenaria com massa de colagem, espaçados a cada 12 cm. A espessura mínima é de 3,5 cm.

Posts recentes

Ver tudo